Saudações aos deuses!

Saudações aos deuses!
"É do ouro de Oxum que é feito o manto que me cobre"

POR UMA EDUCAÇÃO ANTI-RACISTA

HISTÓRIA E A CULTURA AFRO-BRASILEIRA:



A RESISTÊNCIA CONTINUA!



domingo, 11 de abril de 2010

Conjunção Adversativa (Aline Najara Gonçalves)

Preta!
Beleza sem conjunção adversativa
Sem o “mas” que justifica a combinação.
Beleza negra
Pura e preta
Constante inspiração.

Preta!
Sem o “mas” que ridiculariza
O mesmo que estabelece o padrão
Que legitima a realeza do olho que é azul;
Que nega a riqueza da negra herança bantu
O “mas” que foge da história
Que desconhece a tradição.

O “mas” que não sabe o sentido do Axé;
Não entende a magia dos terreiros de candomblé...
E desconhece outra além da tua fé.
O “mas” que reprime, sufoca...
“Mas” da opressão
Conjunção que se confunde em sua incompreensão.

“Poréns”, “Mas”, “Entretantos”, “Contudos” que trazem incerteza à memória;
Palavras que negam em frases a minha; a sua trajetória...
Questionam a nossa afirmação.

Mulher,
Homem!
Negros em todos os traços
Negros na pele,
Na mente,
Presente em todo espaço
Sem a palavra que agride,
Sugere surpresa,
Inconstância,
Contradição...

Sem o “mas” que precede
À beleza,
À inteligência,
À religião.

Sem o maldito “mas”,
Sem a sutil negação.

3 comentários:

  1. Ser negro...
    ser belo...
    não há contradição nisso!

    ResponderExcluir
  2. É verdade...Por que sempre usamos um "mas" quando vamos falar de um negro? "Ele era negro ,mas era lindo.Ele era negro mas tinha um nariz afilado. Era negro ,mas..." blá blá blá. Sempre assim. Seu blog está excelente nega. Um beijo. saudades

    ResponderExcluir
  3. Parabéns amiga! Seu blog é pura cultura... Sem "mas", o mundo precisa de mais pessoas como você!
    um grande abraço.
    Aline Najara (mineira)

    ResponderExcluir